Lei n. 8.429/1992 - Artigo 1º

De WikiLegal

Diferença entre revisões)
Revisão de 06:30, 8 Maio 2008 (editar)
WikiSysop (Discussão | contribs)
(Protegeu "Lei n. 8.429/1992 - Artigo 1º" [move=sysop])
← Ver a alteração anterior
Revisão de 20:05, 9 Maio 2008 (editar)
WikiSysop (Discussão | contribs)

Ver a alteração posterior →
Linha 15: Linha 15:
[[categoria:Constitucional|I]] [[categoria:Constitucional|I]]
[[categoria:Administrativo|I]] [[categoria:Administrativo|I]]
 +[[categoria:Improbidade Administrativa|Lei n. 8.429/1992 - Lei de Improbidade Administrativa]]

Revisão de 20:05, 9 Maio 2008

Art. 1º Os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios, de Território, de empresa incorporada ao patrimônio público ou de entidade para cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com mais de cinqüenta por cento do patrimônio ou da receita anual, serão punidos na forma desta lei.


O termo improbidade, segundo DE PLÁCIDO E SILVA[1], tem origem no latim improbitas, indicativo de má qualidade, imoralidade, malícia, "revelando a qualidade do homem que não procede bem, por não ser honesto, que age indignamente, por não ter caráter, que não atua com decência, por ser amoral. Improbidade é a qualidade do ímprobo. E ímprobo é o mau moralmente, é o incorreto, o transgressor das regras da lei e da moral".


Referências

  1. Silva, De Plácido e, Vocabulário Jurídico, Rio de Janeiro: Editora Forense, 1984.


acima: Lei n. 8.429/1992 - Lei de Improbidade Administrativa
anterior: A Lei de Improbidade Administrativa - Lei n. 8.429/1992 | próximo:

Ferramentas pessoais